FEDERAÇÃO DE GINÁSTICA DE SANTA CATARINA

INDICADO POR FEDERAÇÃO AQUÁTICA DE SANTA CATARINA
Fundação: 1982 – Presidente: Ellen Vivian Kegel; Vice-presidente: Luciano Aguiar de Amorin; Tesoureira: Jocélia Maria de Oliveira Gonçalves; Secretária: Ana Cláudia Hasse Endler; Conselho fiscal: Waldemar Hasse, Junilse de Freitas, Luciano Tamanini, Ana Sylvia Pasternak Bonno, Marcia Miyamoto
A Federação de Ginástica de Santa Catarina possui hoje 20 clubes filiados e tem como objetivo dirigir, difundir, incentivar, organizar e aperfeiçoar no Estado a Ginástica Artística Feminina/Masculina e Rítmica, promovendo e realizando durante o ano eventos de nível Nacional, Regional, Campeonatos, Torneios, Copas Estaduais e junto a FESPORTE coordena os eventos (JESC, OLESC, JOGUINHOS E JASC), somando mais de 25 eventos durante o ano, com a participação de 1.500 ginastas no Estado. Realizamos cursos e clínica para desenvolver e fomentar a Ginástica no Estado. Atualmente recebe o CENTRO E EXCELÊNCIA CAIXA – JOVEM PROMESSA DA GINÁSTICA ARTÍSTICA com polo na cidade de Antônio Carlos. Este projeto nacional, financiado pela CAIXA e CBG conta com mais de 200 crianças. Deste projeto já formamos atletas de seleção brasileira, como Alanis Ávila, ginastas que integrou a seleção brasileira de ginástica rítmica entre os anos de 2017 e 2018. Também fomos contemplados pela CBG e COB com um Centro de Treinamento de Ginástica Rítmica na cidade de Florianópolis, pelos resultados obtidos pelo nosso Estado no Brasil e exterior. Atualmente integram o quadro de arbitragem 80 árbitros Estaduais, Nacionais e Internacionais. Temos 8 árbitros internacionais na Ginástica Rítmica, sendo o Estado com maior número no país, mostrando a força do esporte em Santa Catarina. Neste ano o árbitro internacional de Ginástica Artística Masculina, Frederico de Oliveira Gonçalves arbitrou no Pan Americano. Seguindo a hegemonia na ginástica rítmica, levando talentos para os conjuntos, com as inesquecíveis Luísa Matsuo e Jéssica Maier, integram hoje, das 9 ginastas da seleção, 2 Catarinenses – BEATRIZ LINHARES (Florianópolis) e MAIARA CANDIDO (Blumenau). A ginasta Beatriz em seu primeiro ano na seleção brasileira, já se destacou participando de vários eventos internacionais e ganhando 3 medalhas no Pan Americano deste ano.

IBAD – IBIRAMA BADMINTON

INDICADO POR FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BADMINTON
Currículo: O IBAD nasceu em 2011, como um projeto de extensão da UDESC e com objetivo social para a disseminação do Badminton em Ibirama e região. Desde então vem realizando diversas ações, dentre elas o treinamento e participação em competições de Badminton. Nos últimos anos, vem crescendo em número de praticantes e resultados competitivos. Atualmente, possui cerca de 80 atletas, a partir de 6 anos. Tem se destacado, nos últimos anos, por levar as maiores delegações para competições estaduais e maior número de representante de SC para competições regionais e nacionais. Em 2018 teve suas primeiras conquistas nacionais, com medalhas no Campeonato Brasileiro de Badminton e Jogos Escolares da Juventude. Em 2019 já conquistou 9 medalhas em nível nacionais, incluindo as primeiras participações em finais e o primeiro ouro. Esses resultados levaram a equipe a ter 2 atletas representando o Brasil nos Jogos Panamericanos Junior de Badminton, no Canadá e ter 3 atletas convocados para participar dos Jogos Sulamericanos de Badminton, no Equador. Foi a equipe de SC com maior número de medalhas no Campeonato Sul Brasileiro (15 medalhas) e já conquistou, em 2019, 107 medalhas nas 3 etapas do campeonato estadual.